Bom dia! Segunda-feira, 23 de Abril de 2018

E-mail: asmipir@gmail.com

 
  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * Exército Brasileiro - BRAÇO FORTE - MÃO AMIGA *

  • ASMIPIR

    * Marinha do Brasil - PROTEGENDO NOSSAS RIQUEZAS, CUIDANDO DA NOSSA GENTE *

  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * Exercito Brasileiro - BRAÇO FORTE - MÃO AMIGA *

  • ASMIPIR

    * Marinha do Brasil - PROTEGENDO NOSSAS RIQUEZAS, CUIDANDO DA NOSSA GENTE *

  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * CORPO DE BOMBEIROS: Preservação da Vida, do Meio Ambiente e do Patrimônio *

  • ASMIPIR

    * PM: SERVIR E PROTEGER *

  • ASMIPIR

    * Força Aérea Brasileira - ASAS QUE PROTEGEM O PAÍS *

  • ASMIPIR

    * Exército Brasileiro - BRAÇO FORTE - MÃO AMIGA *

  • ASMIPIR

    * Marinha do Brasil - PROTEGENDO NOSSAS RIQUEZAS, CUIDANDO DA NOSSA GENTE *

  • ASMIPIR

    16º Encontro Nacional dos Veteranos Especialistas da Aeronáutica

Anuncie Aqui
  • Holder
    Parcerias Diversas
    Vídeos

    O Reserva interativa está sendo construído para você!

    Desfile de Veteranos EEAer 2016

    Gripen. O novo caça da FAB

    FAB em Ação - Aviação de Patrulha

    Diretoria

    DIRETORIA EXECUTIVA:

    Presidente: Moysés Fontoura Barbosa
    Vice-Presidente: José Carlos Teixeira de Godoi

    DIRETORES DE FINANÇAS:

    1º Tesoureiro: Rubens Hernandes Martins
    2º Tesoureiro: Massakazu Kudamatsu

    DIRETOR SOCIAL:

    Diretor: José Roberto Pinto

    DIRETORIA DE ESPORTES:

    Diretor: Heraldo Nicolau da Silva

    CONSELHO DELIBERATIVO:

    Membros Efetivos

    Presidente: Flávio Freire Cardoso
    Vice: Clemar Jordão Gomes
    Membro: Maria Lúcia de Pauli

    Membros Suplentes

    José Carlos Machado Filho
    Pedro Emanuel Leite
    Ethevaldo Souza de Oliveira
    Notícias G1

    Categoria exige equiparação da carreira com a dos professores do ensino fundamental; cerca de 70 mil crianças podem ficar prejudicadas. Professores da educação infantil municipal entraram em greve nesta segunda-feira (23) por tempo indeterminado em Belo Horizonte. A categoria exige equiparação da carreira com a dos professores do ensino fundamental. Cerca de 70 mil crianças podem ficar prejudicadas. O plano de carreira da educação infantil vai até o nível 15. Já a carreira dos professores do ensino fundamental vai até o nível 24. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sind-Rede-BH), o prefeito Alexandre Kalil (PHS) teria prometido durante a campanha essa carreira única na rede municipal. Ainda de acordo com a categoria, os professores das Unidades Municipais de Ensino Infantil (Umeis) começam ganhando atualmente R$1.450. Já os do ensino fundamental, R$ 2.100. E esse salário aumenta com as progressões. Wanderson Rocha, diretor do Sind-Rede-BH, informou que a categoria vai se reunir em uma assembleia nesta manhã para decidir o calendário de greve. “A gente espera que, na data de hoje, a prefeitura chame uma reunião de negociação, pois a greve de hoje é simplesmente para cobrar uma promessa de campanha”, afirmou. A Prefeitura de Belo Horizonte informou que equiparar o salário dos professores custaria cerca de R$80 milhões por ano, o que, segundo o Executivo, seria inviável. A administração municipal disse ainda que está aberta a negociação com a categoria. Ainda conforme a prefeitura, os salários médios pagos aos professores são de R$3.409 para o ensino infantil e R$7.522 para o ensino fundamental. O executivo informou também que um projeto de lei que propõe aumento salarial para os professores com mais escolaridade já foi enviado para a Câmara. O sindicato informou que Belo Horizonte tem hoje 131 Umeis, 31 escolas municipais de educação infantil e cerca de 30 escolas de ensino fundamental que têm turmas de educação infantil. Segundo a categoria, do total, 59 unidades estão totalmente paradas e 103, parcialmente paralisadas.

    Confira as informações da região nesta manhã e o quadro Sua Chance, que fala como as fake news podem prejudicar profissionais de várias áreas. Confira as informações da região nesta manhã e o quadro Sua Chance, que fala como as fake news podem prejudicar profissionais de várias áreas.
    De repente, começa uma dor de garganta que vai aumentando e incomodando cada vez mais. Paralelamente vem um espirro, depois outro e outro. O olho fica pesado, o rosto vai se congestionando. O corpo começa a ficar doído, cansado, o mal-estar toma conta das ideias e tudo o que se deseja é ir para casa descansar. Vem um calafrio e uma sensação de que a temperatura esfriou e de que precisamos de um agasalho. Na verdade, é a febre que está surgindo. Em algumas horas fazemos o próprio diagnóstico: gripe. Em tempo: a vacina é, de longe, a melhor prevenção. A campanha de imunização começa nesta segunda-feira (23) para os grupos de risco.   Na hora vem a preocupação:  a gripe de 2018 é mais ou menos incapacitante, letal, fatal ou mortal em horas por conta de um vírus novo? Existe remédio para gripe? Qual seria? Quando tomar? Todos os analgésicos e anti-inflamatórios estão indicados? Há alguns contraindicados? O que é verdade e o que são as “fake news”?   Com tantas informações flutuando leves livres e soltas pela internet e nos grupos de WhatsApp, fica difícil saber o que fazer.   Resultado: quem está com sinais e sintomas de gripe fica perdido, inseguro, sem saber qual orientação seguir e fica também, principalmente, muito preocupado.   Vamos tentar ajudar   Há grupos em que a gripe pode incidir com mais intensidade e risco: crianças com menos de 5 anos de idade, gestantes, idosos e portadores de doenças crônicas. Estas pessoas, quando acometidas por quaisquer sinais como febre, mal estar, congestão, tosse, dor no corpo, dor de cabeça ou de garganta devem procurar atendimento médico rapidamente. Sim, quanto mais cedo melhor, uma vez que se houver indicação de tratamento, é importante que o medicamento seja administrado logo no começo dos sintomas para atenuar o quadro e minimizar o risco.   Quem está fora do grupo de risco deve também procurar atendimento médico, especialmente se souber que teve contato com alguém com gripe pelo Influenza A ou B e/ou se os sintomas forem de moderados ou intensos.   Os sintomas de alerta na gripe são febre alta, dor de cabeça importante, dor de garganta com dificuldade para engolir, dores pelo corpo, cansaço e muita tosse. Nestas circunstâncias, vá ao Pronto Socorro.   Importante lembrar que alguns medicamentos são contraindicados em casos de gripe e de outras viroses, como é o caso do ácido acetilsalicílico. Por isso, é importante ter orientação profissional para se medicar.    

    São ao todo 742 lotes de automóveis, motocicletas e ciclomotores removidos há mais de 60 dias e não reclamados por seus proprietários serão leiloados dias 25 e 26 de abril. Ao todo serão 742 lotes. Detran/Ceará A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) realiza nos dias quarta-feira (25) e quarta-feira (26) de abril o primeiro leilão de veículos com 742 lotes. Automóveis, motocicletas e ciclomotores removidos há mais de 60 dias e não reclamados por seus proprietários estarão à disposição dos interessados em adquirir os bens. A licitação acontecerá no auditório do leiloeiro oficial Celso Alves Cunha na Rua Coronel Zacarias José França, 255 A - Cajazeiras, a partir de 9 horas. A visitação ocorrerá nos dias 23 e 24 deste mês no mesmo local, entre 8 e 16h. O leilão será realizado nas modalidades presencial e online. Ambas as sessões ocorrem simultaneamente. Poderão participar da concorrência, pessoas físicas maiores de idade ou emancipadas que estejam portando documento de identidade, CPF e comprovante de endereço. No caso de empresas, é necessário que estas sejam devidamente inscritas no CNPJ e regulares junto ao INSS. O lance varia de acordo com o tipo de veículo e condição do mesmo. O valor mínimo é R$ 50,00 para lotes considerados sucatas. Ao todo, serão leiloados 47 carros, 302 ciclomotores e 393 motocicletas.

    Usuários acenderam fogueira em uma das vias. Ninguém foi detido. Ação de limpeza termina em confusão na Cracolândia em SP Reprodução TV Globo A retirada de barracas para a limpeza das ruas da Cracolândia, no Centro de São Paulo, terminou em confusão entre a GCM (Guarda Civil Metropolitana) e dependentes químicos na madrugada desta segunda-feira (23). Essa foi o segundo tumulto registrado na região em menos de 15 dias. Duas viaturas da GCM ajudavam a fechar o cruzamento da Rua Helvétia com a Alameda Dino Bueno onde os usuários estavam concentrados. Alguns agentes chegaram a usar escudos. Enquanto isso, a Praça na Alameda Cleveland, onde o fluxo de usuários costuma ficar concentrado, estava vazio. A Polícia Militar, que acompanhava a ação da GCM, fechou a Rua Helvétia com três viaturas e alguns dependentes químicos fizeram uma fogueira no meio da rua. Ninguém foi detido. No dia 11 de abril, a GCM e dependentes entraram em confronto na Cracolândia. Na ocasião, os usuários quebraram a iluminação pública e várias linhas de ônibus tiveram que ser desviadas. A tropa de Choque da PM foi acionada durante a confusão. Vândalos destruíram a fachada de uma agência bancária e invadiram uma lotérica. Uma loja foi invadida e muitos produtos foram roubados. Quatro pessoas foram presas.

    O desvio daria para construir o dobro de obras no Tocantins, segundo o promotor André Fonseca. Empresário que teria pagado para vencer licitações reformou gabinete de graça, segundo investigações. Segundo o Ministério Público, pontes foram usadas para desviar dinheiro Reprodução/TV Anhanguera O governador cassado do Tocantins, Marcelo Miranda (MDB), é investigado por participar de um grande esquema de corrupção envolvendo empreiteras. O Ministério Público Estadual entrou na Justiça com 86 ações civis públicas e pede que o político devolva, entre ressarcimentos multas, mais de R$ 1,2 bilhão. A lista de investigados pela Polícia Federal tem mais de 20 pessoas. Uma delas é o empresário José Miguel Peixoto. De acordo com as investigações, ele pagava propina para vencer licitações e chegou a reformar de graça o gabinte do então governador. No telefonema, o engenheiro falou o preço de parte da obra. "É coisa de R$ 35 mil. Não é barato, mas também é um projeto bonito". Em depoimento, o empresário confirmou que o serviço foi de graça e não foi feito contrato, mas ele negou participação em irregularidades. São várias acusações. Uma delas envolve o cartão postal do Tocantins, a ponte que liga Palmas à cidade de Paraíso do Tocantins. Os investigadores afirmam que ela também entrou no esquema de corrupção e que durante as obras o então governador, Marcelo Miranda, autorizou 116 ordens de pagamentos para medições fraudadas e serviços irregulares. Segundo a promotoria, o prejuízo aos cofres públicos passou de R$ 460 milhões. "O desvio apurado daria para construir o dobro do obras construídas no estado do Tocantins", disse o promotor de Justiça, André Fonseca de Carvalho. "Pontes que têm oito metros de aultura, se fossem usados materiais que foram pagos, poderiam ter 80 ou 100 metros de altura, o que é algo totalmente impossível de existir", explicou ainda o promotor. Para fazer outra ponte utilizada para a travessia do rio Soninho, o governo do Tocantins pagou R$ 3,6 milhões. Ela tem 75 metros. Embaixo tem o que sobrou da antiga ponte de madeira de 20 metros, menor que a outra, mas suficiente para o mesmo trajeto. O Ministério Público tem uma explicação para tamanha diferença entre elas. A obra de concreto foi usada para desviar dinheiro público. Agricultor construiu curral debaixo de ponte no Tocantins Mazim Aguiar/TV Anhanguera Outra ponte construída no interior do estado custou R$ 5 milhões e tem 150 metros. Uma perícia concluiu que 100 metros já seriam suficientes. A obra fica na propriedade do agricultor Martinho José Batista. Ele até construiu um curral debaixo da ponte e diz que não tem perigo porque o rio não sobe muito. "Só se for um dilúvio, igual está acontecendo por aí afora", brincou. Outro acusado pela Polícia Federal é Brito Miranda, pai de Marcelo Miranda, ex-deputado estadual e ex-secretário de Infraestrutura do Tocantins. Por telefone, em maio de 2016, o pai pressionou o filho a aprovar a inspeção veicular. A medida obrigava os motoristas a vistoriarem os carros e pagarem uma taxa. Marcelo Miranda: Aqui negócio veicular está pegando, viu? Eu também não posso ficar sendo alvo de crítica da população Brito Miranda: Como o estado vai viver sem arrecadar nada? Como ele vai se manter? A medida entrou em vigor, mas logo foi suspensa pela Justiça por suspeita de irregularidades. Um ex-funcionário da família de Marcelo Miranda chamado Alexandre Fleury Jardim, fez delação premiada e confessou que era um dos laranjas do esquema. Disse que R$ 65 milhões encontrados nas suas contas eram, na grande maioria, da família Miranda e que movimentou outros R$ 20 milhões em dinheiro vivo para compra de gado, pagamento de dívidas da família e doações irregulares de campanha de Miranda em 2006. Em março deste ano, a procuradoria-geral da república apresentou denúncia ao Superior Tribunal de Justiça contra o governador cassado, que pode até ser preso. Ele não quis se pronunciar. A defesa de Miranda e do pai nega as acusações . "É um momento de demonstrar que os fatos não são como estão apontados na acusação. Nós estamos absolutamente tranquilos quanto à isso. Apostamos e confiamos na Justiça que tudo vai se esclarecer" advogado da família Jair Alves Pereira. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

    Com os suspeitos foram encontrado um carro, celulares, tablet e caixas de som. Material apreendido pela Polícia Militar Polícia Militar/Divulgação Três homens de 23, 25 e 26 anos foram presos suspeitos de roubo na tarde do domingo (22) em Agrestina, no Agreste de Pernambuco. Segundo a Polícia Militar, os dois primeiros homens foram encontrados com objetos que teriam sido roubados, como som automotivo, caixas de som, celulares e tablet . Ainda segundo a PM, uma terceira pessoa foi localizada com dois celulares, um simulacro de arma de fogo e um veículo. Os três suspeitos, juntamente com o material apreendido, foram aprensentados na Delegacia de Polícia Civil, em Bezerros, onde foram tomadas as medidas cabíveis.